Cobrado pelo Planalto e por setores do mercado financeiro, o governador de São Paulo e presidente do PSDB, Geraldo Alckmin, confirmou que o partido fechará questão a favor da reforma da previdência.

Após reunião da Executiva Nacional da legenda, a primeira sob o comando de Alckmin, o tucano confirmou que, a partir de agora, se acelerou o processo de convencimento dos parlamentares da bancada. “Estamos otimistas com os resultados e achamos que há brechas para avanços. O número de deputados favoráveis ao projeto aumentou”, disse ele.

A pergunta que não quer calar na Paraíba é: o senador Cássio Cunha Lima e seu filho e deputado federal Pedro Cunha Lima, que já se pronunciaram contrários a essa reforma, vão rever seus posicionamentos e votar com o governo Temer?

Procuramos contato com ambos mas não conseguimos.