Nesta terça-feira (6), governadores do Nordeste externaram a intenção de solicitar, junto ao presidente eleito Jair Bolsonaro, aumento na participação do Governo Federal no custeio da Média e Alta Complexidades Ambulatorial e Hospitalar (MAC).
O pleito dos governadores é antigo e tem como objetivo diminuir a defasagem com que os estados hoje trabalham em relação aos repasses federais para a saúde.

O grupo formado pelos estados do Maranhão, Ceará, Bahia, Piauí, Pernambuco, Sergipe, Paraíba e Rio Grande do Norte já manifestou desejo de solicitar o aumento para o governo Bolsonaro.

No Maranhão, por exemplo, o custeio com unidades de saúde aumentou significativamente, com abertura de grandes hospitais regionais.

Resta saber se a PEC do teto de gastos, de Michel Temer, que limitou o crescimento dos investimentos públicos pelos próximos 20 anos, não atrapalhará o pleito dos governadores do Nordeste.

 

 

 

 

 

 

 

 

Fontes: brasil247 + REDAÇÃO